As igrejas históricas mais bonitas do Brasil

Está muito enganado quem pensa que o Brasil não tem história
admin admin em 27/12/2014


O Brasil guarda muitas riquezas históricas para as quais, às vezes, nem damos o real valor. Um exemplo são as igrejas construídas logo após o descobrimento do país. Vai dizer que você não visitou mais capelas no exterior do que no Brasil?

Essas construções em diferentes estilos marcaram, principalmente, o período artístico da época. A maioria dessas igrejas estão em Mina Gerais, Bahia ou Rio de Janeiro, cidades que de certa forma foram o berço do país no início de tudo. Para você entender um pouco mais sobre o valor histórico dessas construções, listamos as capelas mais bonitas do país.

Igreja e Convento de São Francisco –  Salvador

É a primeira igreja construída em ouro no Brasil e também uma das mais singulares e ricas expressões do Barroco. A riqueza dos detalhes e a quantidade de ouro deixam qualquer um de queixo caído – é realmente impressionante. Foi considerada uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo.

Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos – Congonhas

Graças a seu conjunto arquitetônico, a Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos foi declarada Patrimônio Mundial pela Unesco, em 1985. Na basílica, que fica no alto do morro do Maranhão, você encontra seis capelas com cenas da Paixão de Cristo e um adro com esculturas de Doze Profetas feitas por Aleijadinho. É  considerada uma das maiores riquezas da arte barroca.

Igreja De São Francisco Da Penitência – Rio de Janeiro

Localizada junto ao Convento de Santo Antônio, a igreja e sua decoração barroca – feita na maior parte por Aleijadinho – também é considerada uma das mais importantes do país. A capela chama atenção pelo seu interior que é, praticamente, inteiro coberto por talhas douradas.

Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar – Ouro Preto

Foi construída em 1696 e abriga obras de diferentes fases do barroco mineiro. É uma das mais conhecidas do Brasil e, como foi construída durante o Ciclo de Ouro, está entre as igrejas com a maior quantidade de ouro do país – são mais de 400kg do valioso metal.

Igreja São Francisco de Assis – Ouro Preto

Em estilo rococó, Assis foi projetada e ornamentada por Aleijadinho. Também chama a atenção por uma pintura lindíssima no teto da igreja, feita pelo Mestre Ataíde, que representa a Nossa Senhora dos Anjos. Em 2009, a igreja foi classificada como uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo.

Igreja Nossa Senhora do Ó – Sabará

O tamanho engana. Ela é muito pequenininha, mas por dentro esconde as obras mais requintadas da primeira fase da arte barroca. Também é possível encontrar alguns traços chineses em painéis vermelhos com desenhos em ouro.

Capela Dourada – Recife

Localizada dentro de um complexo, junto ao Convento e Igreja de Santo Antônio e o Museu Franciscano de Arte Sacra, a capela conta com lindas obras cobertas por molduras douradas. Os arcos e colunas marcam a primeira fase do barroco.

Igreja São Francisco de Assis – São João Del Rei

As obras da igreja deram inÍcio em 1774, sendo um dos principais marcos da arquitetura colonial mineira. Porém, existe um certo mistério por trás de sua construção. Dizem que Aleijadinho é o autor do projeto original da igreja, mas foi Lima Cerqueira quem construiu e modificou a ideia inicial. Como não existe documentação, ninguém sabe ao certo quem fez o quê.

Igreja Matriz de Santo Antônio – Tiradentes

FFoi construída em 1710 e é a segunda igreja em ouro do Brasil – a primeira é a Igreja e Convento de São Francisco, em Salvador. Em seu interior, tem um órgão datado de 1788, considerado um dos quinze mais importantes do mundo.

 

Comentários